Dicas de compras

Dicas de compras

Se estão agora a mudar a vossa alimentação, ir às compras pode parecer uma tarefa penosa. Garanto-vos que isso será só nas primeiras compras, depois torna-se natural. Uma das mais valias destas dicas é que vão passar a demorar menos nas compras e vão haver corredores em que vão deixar de entrar. Abaixo partilho com vocês o que me faz poupar tempo, dinheiro e fazer escolhas mais conscientes.

- Nunca ir com fome nem com pressa. Se formos nestas condições a tendência é agarrar em tudo o que vemos sem pensar. Pegamos logo em coisas já confeccionadas porque é essa a mensagem que a fome e a pressa enviam ao nosso cérebro. "Despacha-te, pega em qualquer coisa. Tenho fome!!!".

- Levar uma lista de compras evita que se ande a deambular pelos corredores e que se tragam coisas desnecessárias.

- Existem determinados produtos que podem sair um pouco mais do orçamento familiar mas hoje em dia já existe tanta oferta que se fizermos alguma pesquisa conseguimos saber onde comprar mais barato.

- Ler rótulos! Esta é uma informação preciosa que devíamos dar muito mais valor. Através do rótulo conseguimos saber o verdadeiro valor do produto e também se é adequado ou não à nossa mudança alimentar. E para entender melhor os processados aconselho a ler o meu recente artigo, “Alimentos processados”.

- Para quem tem filhos e tem de os levar, e já sei que eles nunca facilitam a tarefa, dêem algo para eles se distraírem. Esta é uma boa altura para puxar do I-phone, I-pad, tablets e afins. Se não os mantivermos distraídos eles podem começar a pedir coisas que não se aplicam à vossa mudança ou fazer-vos fazer as compras mais rápido e sem a atenção devida.

- E por último, se houver hipótese, prefiram sempre a granel, local e no mercado tradicional.