Conselhos

Conselhos

O primeiros de todos será, consultem o vosso médico e ponham-no a par das vossas intenções. Todos nós temos um historial clínico que é preciso ter em conta quando fazemos qualquer alteração que envolva necessidades fisiológicas, como é a alimentação. Embora eu quisesse muito ser uma guru e ter a resposta para todos os vossos problemas ou o remédio milagroso para a longevidade, não tenho. Todos somos diferentes e devemos respeitar a nossa individualidade não partindo do principio que se é bom para uns também é para nós. Peçam análises desde o principio da mudança para assim poderem acompanhar a vossa evolução. 

Questionem, pesquisem e estudem. Este conselho pode ser um pau de dois bicos uma vez que tudo vai depender da fonte onde vão buscar conhecimento. Nem tudo o que aparece na internet é verdade e nem tudo o que é publicado é fidedigno. Eu sou pela ciência e por todos os investigadores que ano após ano queimam pestanas em busca de respostas e por isso só vou buscar informação onde existam anexados estudos baseados na evidência. Na verdade nem sei porque não tomamos isto como um principio básico.

Não tomem suplementação sem antes consultarem um profissional de saúde. Todos nós queremos ter uma saúde de ferro e uma vida longa e para atender a isso já existe um mercado oportunista que não olha a meios para atingir os seus fins. 

Não sigam dietas restritivas pois essas mais tarde ou mais cedo só levam a distúrbios alimentares graves. Como disse na parte da nutrição, todos os nutrientes são necessários para o bom funcionamento do nosso organismo.