Tarte de ameixa (Sem gluten e sem açúcar refinado)

Em jeito de dar as boas vindas à chegada do mês de Outubro, fiz esta tarte de ameixas. A base é bastante crocante e com o sabor dos frutos secos torrados e do mel a marcar uma presença bem forte. Cada vez uso menos o açúcar refinado e sinceramente acho que, mais dia menos dia o vou abolir de vez da minha dispensa. Na verdade, agora quando como uma sobremesa fora de casa acho sempre que são bastante doces.

Ingredientes:

  • 1 chávena de nozes
  • 1 chávena de amendoim cru
  • 1 chávena de farinha de aveia
  • Canela a gosto
  • Sal dos himalaias a gosto
  • 4 colheres de sopa de óleo de coco à temperatura ambiente
  • 4 colheres de sopa de mel
  • Cerca de 8 ameixas sem caroço
  • 4 colheres de sopa de amido de milho

Num processador de comida junta-se as nozes, o amendoim, a farinha, a canela, o sal, 2 colheres de mel e as 4 colheres de óleo de coco. Processar tudo até ficar uma espécie de “areia” solta e homogénea. Espalha-se numa forma com 18 cm de diâmetro e forrada na base com papel vegetal. Espalma-se bem o preparado na forma, reforçando na junção entre os lados e o fundo, reserva-se. Numa taça colocam-se as ameixas em metades e sem caroço. Envolvem-se bem em amido de milho, e dispõem-se na forma com o interior virado para cima. Rega-se tudo com duas colheres de mel e vai ao forno a 150ºC por uns 30 minutos ou até ficar a massa dourada. As ameixas vão largar muito sumo e o amido de milho vai ajudar a que fique um molho mais grosso e aveludado.

6 Comments Add yours

  1. mmmmm parece-me tão mas tão bem Luísa!

    Gostar

  2. Me parece muito bom. Pretendo testar a receita. Também não consumimos muito glúten aqui em casa e cada dia mais a ideia é parar com o açúcar. A farinha de aveia que vc usa é sem glúten tb né?! Difícil (e cara) de encontrar por aqui.
    Muito boa receita! Beijos

    Liked by 1 person

    1. Olá! A aveia é um grão naturalmente sem glúten. Pode aparecer nas embalagens que contém glúten mas isso deve-se à contaminação durante todo o processo que ela sofre até chegar a nós. Aqui em Portugal fica mais caro quanto maior for a transformação. A farinha é bem mais cara que os flocos. Caso não queira grande perfeição no produto final acabo por comprar em floco e depois trituro em casa. Beijinhos:-*

      Liked by 1 person

      1. Olha que interessante saber disso. Sempre procuro e compro as que vem escritas na embalagens sem glúten e são super mais caras realmente. É bom saber que como não somos celíacos (somente evitamos o glúten pelo mal estar e inchaço) não precisamos temer a consumir a abria tradicional. Obrigada pelo esclarecimento.

        Liked by 1 person

      2. Carolina, pode ainda substituir a farinha de aveia por farinha de amaranto ou amêndoa, fubá, grão de bico, etc. Atenção é à indicação se é ou não feito a partir de grãos geneticamente modificados. 😉

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s